Volte ao SPIN

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Das regras eleitorais na cidade spin

Na realidade spin podem se candidatar aos cargos eletivos os seres humano representando coletivos ou pessoas jurídicas.

 Na cidade spin todo o poder emana das cidades-estados, de onde saem os representantes aos parlamentos local, provincial e nacional, os quais elegem, dentre eles, um para fazer as vezes de poder executor. Dos poderes que, como sabemos, não é apenas o Executor como também o Legislador e o Curador(ex-Judiciário).

Quem pode votar e ser votado: Os seres humanos podem votar nas pessoas jurídicas. O Poder Executor, como já foi explicitado, resulta da indicação, por cada parlamento local, de um spin legislador para a formação de governos nos níveis província e país. O parlamento local indicará, dentre seus membros, um para integrar, o parlamento federal que, por sua vez indicará, dentre eles, um para fazer as vezes de Poder Executor. O parlamento nacional(unicameral) poderá ainda escolher, dentre eles, um representante para ter assento no parlamento continental, o Parlasul, e outro à Casa do Poder Legislador Mundial, o Parlamundi. Parlasul e Parlamundi escolherão, dentre eles, um para fazer as vezes de Poder Executor.


O Poder Legislador é unicameral, ou seja, formado por apenas uma Casa, a dos indivíduos humanos representando coletivos ou pessoas jurídicas, todo e qualquer ele, inclusive os de caráter artístico com sede local, saindo dai membros aos parlamentos estadual e nacional, estes formados a partir da votação na cidade spin.

 De 4 em 4 anos, em ano bissexto, no dia 74 de marte ocorre, pelas mãos do parlamento federal, a atualização da (Re)Constituição , isso que aqui chamamos de Constituição. O Poder Curador fará uma triagem de forma a impedir a candidatura de pessoa jurídica, que tenha cometido algum crime contra os demais sócios da sociedade, a saber: Animais, humanos e jurídicos. Crime ou doença, tanto faz. No dia da apuração, vamos supor que a Pessoa Jurídica X tenha sido eleita. O Poder Curador(isso que aqui chamamos de Judiciário) faz o sorteio. Constam da lista todos funcionários. Quem for sorteado tomará posse como representante e terá assento no parlamento.

. Na cidade spin o recall do chefe do Executivo é feito pelo parlamento. Bom que se entenda que o parlamentarismo na realidade spin se baseia noutros parâmetros que não os da nossa realidade comum rasa superficial gregoriana. Por isso não faz sentido que o parlamentarismo seja praticado nos moldes da realidade atual, isso pq o sistema atual é enfermo, imperando por exemplo o poder das familias, ou seja, a ditadura das dinastias, tão danosa quanto as teocracias, a ditadura dos partidos religiosos.,,,partidos religiosos ou políticos, tanto faz, pois que tanto no caso das familias(dinastias) como das religiões(teocracias) e ideologias(capitalismo) tudo sào pessoas jurídicas dividadas.,,,..divididas ou partidas, tanto faz, se bem que, no caso das facções políticas isso é fruto da divisào da sociedade em castas sociais, sendo que a divisào é apenas reflexo desse quadro,,.. há sim distanciamento entre as classes sociais, daí a importäncia..,,ah esqueci o que eu ia dizer, pensei noutra coisa, na festa, enfim, me dispersei, já era..,,

Ah, lembrei,.,,o SPIN quis dizer da importância de se efetuar o sorteio para escolher, dentre os funcionários das pessoas jurídicas, aquele(a)s que terão assento no parlamento da cidade, sendo proibido empregados terceirizadosww. ..ah dormi escrevendo, dai o down emendado no terceirizado,..tipo de escravidào  pq laços afetivos rompidos em relação às empresa contratantes, bem como diante dos empregados efetivos: serviço terceirizado nem pensar, nem mesmo na atividade meio.


Algumas observaçoes ou lembretes:

 1- A morte das pessoas jurídicas não é defensável para a realidade atual, carcomida por si só, de forma que matar empresas doentes ou criminosas seria eliminar efeito e não causa. E a morte causaria danos maiores como o desemprego, queda no PIB e ocupação do espaço por corporações não menos corruptas. O cartel, as negociatas e a corrupção sistêmica são elementos intrínsecos ao capitalismo.
Há tempos, quando todo mundo se desesperava com isso, Ignácio Rangel (1914-1994), que era realista e cético, dizia: “A corrupção é o creme do capitalismo. Não se desesperem, isso é sinal de que o capitalismo está se expandindo”. Se as pessoas jurídicas corruptas ou criminosas ou doentes ou mentirosas ou q extorquem ou que praticam crimes ou doenças devem ser mortas? O spin não sabe: precisa apr(e)ender ou sonhar ou observar esta contradicção. Há n situações, que vão dos partidos politicos e religiosos às gangs chamadas torcidas organizadas, bem como empresas que geram a riqueza material, como por exemplo as construtoras. A este respeito, disse o sin legislador Roberto Requiâo:

"A declaração de inidoneidade de grandes empresas, por parte da Justiça Federal do Paraná, se efetivada, tem o potencial de destruir 500 mil empregos diretos e 1,5 milhão de empregos indiretos nos Estados produtores de petróleo e de equipamentos.
E isso se estende à receita de Estados e municípios, que por sua vez já estão paralisando pagamentos de fornecedores e até de pessoal, criando o que se chama risco sistêmico, afetando inclusive bancos.         
Essa tragédia é desnecessária. Não há qualquer razão jurídica, econômica ou filosófica que leve a se confundir empresa com empresário, imputando as empresas, inclusive a Petrobrás, os crimes ou fraudes dos empresários ou seus executivos. Empresas não são homens, são ferramentas na mão dos homens"


2- Negar ou amortecer a luta de classes é indefensável na realidade atual. Na realidade spin o que existe é a sociedade, entenda isso como sendo acordo entre os sócios, no caso os animais, os seres humanos e as pessoas jurídicas, o que no caso se dispensa a pecha de capitalismo ou socialismo,
necessidades do mundo atual.

3- Eliminar a Casa dos Humanos no Poder Legislador. Sim, na cidade
spin o e-leitor vota apenas em pessoas juridicas que, na realidade atual, participam às escondidas mediante financiamento privado dos candidatos.

4- Fica feita neste momento, 70 de jupiter de 2015, a retificação: somente pessoas jurídicas, que vão de coletivos surgidos nas escolas à sindicatos e consórcios de empresas e trabalhadores, associação de
bairros, dentre outras a serem analisadas pelo Poder Curador, podem se candidatar.


5- Aquela PJ que for eleita terá assento no parlamento mediante um dos seus funcionários, o qual será escolhido mediante sorteio. Se as pessoas jurídicas corruptas ou criminosas ou doentes ou mentirosas ou q extorquem ou que praticam crimes ou doenças podem participar das eleições ao parlamento, como por exemplo as que roubam ou dão o tombo no fisco ou extorquem ou mentem em nome do spin deus ou seja as Igrejas, permitir a candidatura de tais indivíduos[juridicos] seria abrir caminho para a ditadura teocrática corrupta ou fundamentalista e/pq sem fundamento, uma Igreja não pode se candidatar, pois isso seria porta aberta para a ditadura teocrática ou colonização de mentes. Não à teocracia.

6-  Contra o fundamentalismo,  O SPIN gostaria que todos atentassem para esta realidade: fundamental. A única certeza: o "não sei" para, quando souber, cantar: "agora sei". Exemplo: quando, com medo de ir ao RJ temendo a violencia, foi e gostou e diante dos sons da cidade, adormeu e teve uma visão da cidade e foi embalado pelo "agora sei" .

7-  Do valor da retificação ou: da necessidade de retificação ou atualização permanente, para o que faz-se necessário manifestar a contradicção a fim de que a mesma seja eliminadatal como a doença
que se elimina a partir da sua descoberta, daí a importância do esforço de todos os spin cientistas ou
curadores ou cantores ou legisladores ou executores ou performers...

Nenhum comentário: