terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

O Calendário Spin

Em cada mês é construído um mensário, não sendo de todo uma obrigação mas, ao menos uma Anamnese D, sob a amparo do Poder Curador, sim.

Na realidade SPIN existem os poderes verbalizador, executivo, legislativo e curador, este em substituição o judiciário, uma vez que na realidade spin é mais importe a pessoa ser curada do que punida. Estas e outras coisas, parte da cosmogonia do spin, serão expostas no decorrer da construção dos mensários e para isso o mesmo precisa de 5 compartimentos para o depósito das palavras.

Organizados em formato de cruz, o espaço resultante da intersecção entre o horizontal e o vertical será usado para guarda das coisas, se bem que não há uma regra para a organização dos módulos, podendo cada um deles ter espaço para os estados visionário, forma e conhecimento no momento da criação. No entanto, as palavras ficarão nos 5 módulos e as coisas no buraco negro, como disse, é o espaço resultante da organização dos 5 módulos no espaço. As palavras e as coisas. Isso.

Vamos ao tema deste post, o Calendário Spin, o qual pretendo usar para fazer um jogo, ainda não sei qual, talvez tarô, baralho, rpg....

Guardar na página do Spin Sincronário

O Calendário Spin




ainda sobre o Calendário e Dicionário


O Calendário possui um número finito de páginas, as quais são atualizadas com o passar do tempo.
O Dicionário possui um número infinito de páginas, as quais  são atualizadas caso surjam fatos
novos no que diz respeito cada tipo de spin.
As páginas do Calendário tem uma quantidade limitada, enquanto que as do Dicionário são de
número ilimitado, uma vez que são infinitas as palavras a serem compreendidas.,,..,.palavras ou
tipos, tanto faz...
É como se o Calendário fosse, e é, um folhetim a ser escrito, enquanto que o Dicionário é um
grosso volume, porém sem um número exato de páginas.
Aqui temos o Calendário e o Dicionário Spin, em diferentes meios, uma vez que meio é mensagem,
ou seja, conforme o local onde a mensagem é postada, seu significado vai se alterando, também…



Currículo do Spin (em construção)


1-Rés do Chão, na casa do Edson Barrus, RJ, Rua Lavradio Reconstituir)
5- Arte, História e Poderes, exposição coletiva ocorrida no começo
deste século no Museu das Bandeiras, em Goiás Velho.
Curador: Paulo Veiga Jordão (Localizar algum registro).
6- Exposição na Galeria Artes Visuais da Universidade Federal
de Goiás. Não me lembro do nome da exposição.
Curador: Divino Sobral. (Localizar algum registro).
7- Exposição na Galeria Artes Visuais da UFG, por ocasião
do Encontro Nacional de Pesquisadores de Arte. (Localizar
algum registro).
8- Exposição galeria da FAV, cuja curadora foi Selma Parreira,
parece que ocorreu uma outra, esta curada por Anair Jorge,
não tenho certeza.
9- Coletiva ocorrida na Bienal da UNE, em Goiânia. (Localizar
algum registro).
10- Coletiva ocorrida na galeria da Funarte/DF, no Prima Obra.
( Localizar algum registro e linkar aqui)
11- Participação no MAPA- Mostra de Artes Performáticas.
Participei com a performance "Você sabe onde fica o Morro do Macaco?"
Curador: Marcos. Procurar algum registro, há uma foto numa folhinha da
UFG. Procurar registro.

Individuais do SPIN

1- Arte no Bosque para Loucos e Mendigos(Localizar, reconstituir)

2- Amor D. Arte veiculado através de um telefone virtual, as
pessoas ligavam para uma secretária eletrônica cujo número
foi publicado nos classificados de O Popular e ouviam a obra.
Não tenho o registro.
3- Um obra que consistia em pessoa ligar para um telefone
virtual(secretária eletrônica) para ouvir-me teclando uma máquina
de datilografia. Procurar algum registro desta obra.
4- Obra com som parecido com sino, gravado numa Bienal de
sp e veiculado para a população goianiense via telefone virtual.
O som era fragmento de uma obra do artista plástico norte-americano
Bruce Newman.

Obras entregues pelo SPIN ao Poder Curador da cidade-estado

Entreguei várias para para o spin curador homeopata unicista
Dr. Carlos Lima Melo, como parte da anamnese. Ontem fiquei
sabendo que ele faleceu, faz mais ou menos um mês. Como ter
aquilo de volta se não tenho pista dos parentes do médico. A última
obra entregue a ele, durante uma consulta de rotina, foi uma caixa
trancada de carregar ferramentas, devidamente trancada, com
segredos guardados em seu interior, com a recomendação de se
abrir o objeto daqui a 50 anos, tenho que pegar aquela caixa de volta,
na verdade eram coisas sob observação, eu estava precisando de um
devido afastamento para a compreensão, tenho que buscar aquilo de
volta para destruir.

Outras deixadas na Casa,,,esqueci o nome dos médicos....

Obras entregues ao spin cantor*
* Ney Matogrosso.

Arte sobre camiseta, entregue ao spin professor**
** Carlos Sena Passos

Publicações sobre SPIN

1- Crônica "Arte no Bosque para Loucos e Mendigos", por Brasigóis
Felício, no jornal o Popular. No final da década de 80. Essa crônica
integra um livro do Brasigóis, se não me engano, o título é Eles Não
Beijam no Molhado, tenho que procurar o artigo.
2- Arte Fora do Eixo, de autoria do Carlos Brandão ou Ivair Lima, no
Jornal Diário da Manhã, sobre minha participação na coletiva Prima
Obra, na galeria da Funarte, no MinC, em Brasilia. Procurar o artigo.
3- Uma longa reportagem do jornalista Salvio Juliano, sobre minhas
obras, foi necessário uma errata para corrigir o meu nome, que foi
grafado erroneamente como Zé César. Procurar o artigo.
4- Publicação no jornal do Sintfesp, sobre uma exposição minha,
não me lembro qual. Procurar o artigo.
....
Como pude jogar meu acervo no lixo? Só pode ter sido autossabotagem,
preciso me curar.

5- Publicações usando nomes de personagens diversos na Opinião
dos Leitores, do jornal Diário da Manhã, não me lembro em que
anos ocorreram as publicações, décadas de 80 e 90. Lembrei de
uma carta publicada na Revista Isto É, entre 1982 e 1983, 84, por
aí, procurar...publicação na Opinião do Leitor, em O Popular...
6-Participação no coletivo Quarentena Bienal, um site, eram vários
artistas, de todo o Brasil e exterior, os participantes. Procurar...,,
7-Publicações por e-mail para vários destinatários
8- A crônica Arte no Bosque...do Brasigois Felicio


Lembretes...localizar, logo que possivel, os conteúdos abaixo, do spin: espiritualidade,
sexualidade, sociabalidade...
Livros….ver no livro Eles não Beijam no Molhado, do spin escritor Brasigois Felicio…sobre
happening do spin no final da década de 90….
Autopublicações : nas 74 páginas do calendário spin….nas pixações de muros ao cobrar de
devedores: e no mocó dos assaltantes e assassinos; muitos roubaram celulares e cartões
de memórias do spin: era sua forma de distribuição punk, segundo a @lcassiafernandes no
intagram…..buscar pelas hastages ou lugares marcados pelo spin no instagram….por ….
... praça das mães..casa aurora……praça kalil gibran….o que mais..: em construção.
....Quarentena Bienal, via internet, administrada por @caomulato codinome de Edson Barrus,
que mora na ponte Recife-Paris…
Jornais…na seção de arte da Nádia Tim, no Jornal O Popular…parece-me que ela já não
trabalha mais lá….a seção de leitores…jornal Diario da Manhã….década de 90, se não se
engana….falar com o @carlosbrandao77 : em construção….no Jonral Folha AZ, reportagem
do jornalista Salvio Juliano…final da década de 90 ou inicio deste século
Oral: perguntar sobre o spin via instagram para: @carlosbrandao77 , …valentin amigo do

médico dele na década de 80…o zap dele que não sei se já alterou era: 62- 982445580….
.uma médica que era amiga dele, de nome Ana Maria Lins, que morava na Super Quadra,
no Setor Sul….parece que ela se mudou para SP - Rio Tietê….


Médicos: Carlos Lima Melo in memoriam, década de 80, homeopata unicista…..Jorge
Monteiro de Lima, psicólogo….Will Goya, filósofo clinico,….Patrícia Sardinha, psícologa…
.Marcos Belo, dentista…..o spin entregou obras relatos anameses para os mesmos…
ou: se não entregou, eles foram ponte de acesso para o spin….ah sim, e o spin cantor
Ney Matogrosso….e os professores curadores @Mariadenser no facebook, o Paulo Veiga
Jordão ex professor … Carlos Sena in Memoriam….. Divino Sobral amigo do Carlos Sena…
.Patricia Mesquita, há séculos não a vejo….ela convidou o spin para uma performance no
Centro Cultural Vila Cora Coralina, tenho que ver a data da reportagem no Jornal O Popular….
...o Rogério Flori, fotógrafo, amigo da Patrícia Mesquita, pintora e, se não me engano,

profissional da saúde mental, ela estava morando em Porto Alegre, por falar nisso, lá tem
uma escola bacana, que dá oficinas de escrita e um curso, se não me engano, de 2 anos,


e que formou muitos escritores e escritoras, acho que o Edvaldo, da UBE-GO, sabe o nome,
pergunte a ele e olha lá, ele é spin cronista e escreve tudo sobre qualquer coisa: ele
transforma
uma pequena fagulha num incêndio, cuidado com ele viu: qualquer deslize seu vira crônica…
....aliás, todo escritor é assim, por isso são tão combatidos…..mas não lembro o nome da
escola
e preciso saber, vai que rola eu ir pra lá estudar pra repassar no whatsApp, ou você pensa
que
vou sair desse aplicativo…ou você não sabe que foi esse aplicativo que elegeu o coiso: não
escrevo nome de coisa que não presta porque os nomes provocam o que eles simbolizam
olham são…… escrevi o nome da escola de escritor num pedaço de papel A06, que uso
pra
tudo, aliás, não era papel e sim folha de mato mesmo….secou acabou…tudo é efêmero,
não é….

Autor: José Carlos Lima


PS - este post estará em permanente atualização.

Work in progress....work ou spin, tanto faz

2/4/2019 -


FORMA:  Superaglomerado de Laniakea ou: Enxame.... .com destaque para o grande
atrator:  tantas bolhas virou enxame de estrelas ou janelas ou pontos ou ou bolhas,
sendo
que esta lista do spin é ad aeternum ou moto continuo pq  são infinitas as vocações ou
tipos
de spin...ah sim, da minha parte, consciência tranquila por ter vários perfis, até mesmo
porque
os criei para o meu prazer de ver-me diante de uma assemblage deste tipo....assemblage
ou
enxame, tanto faz....e mais: nenhum destes links ou abelhas será  usado como máscara
para
difundir o fascismo ou para, de forma anônima, atacar pessoas na rede, o que aliás é
bastante
comum nestes tempos de #necropolitica...
....trata-se de uma lista única, que reúne basicamente duas outras listas, a do calendário e
a
dos tipos de spin...sendo que fora estabelecido um limite máximo: 500 links...


.... de 500 pra frente a contabilização fora deixada de lado, sendo que fica o numero 500
como
limite de bolhas ou pontos ou estrelas ou links,,,,500 unidades ou milhões ou milhões  ou
bilhões ou trilhões de anos luz ou km ou metros ou cm ou polegadas: ou parsecs, tanto
faz....

O que é isso (em cosntrução)

O que é isso



Não sei.

Como encontra-se em construção, ainda não sei

Quando eu souber, direi: Agora sei…

Talvez seja anamnese ou poesia: uma espécie de auxiliar de lembranças, talvez…


O projeto SPIN


  • O que é isso
  • O espaço da deriva do spin, que derivou a palavra  spinologia que,
  • em seu sentido amplo, envolve todas as vertentes da vida e não
  • um ponto em específico...de forma que, me recuso a ser de uma
  • crença em específico: talvez por isso passei toda a vida tentando
  • achar um nome sob o qual eu pudesse atuar: não achei: achei isso
  • que nem sei se é profissão...
  • Uma profissão que não existe mas que encontra-se em construção:
  • work in progress….work ou spin, tanto faz
  • O que é spin
  • SPIN, sigla para Sistema Poético Informativo Nato(SPIN)..
  • Sobre spinólogos e spinologia:  em alguns países de lingua espanhola,
  •  o termo spin derivou spinal, de coluna espinhal e, em consequência,
  • uma ciencia denominada spinologia, que trata da coluna espinhal

  • no meu país ou, pelo menos na minha cidade, Goiânia - Rio Meia Ponte,
  • não existe a spinologia ou spinólogos

  • dentre uma das vertentes da spinologia, temos o reik…
  • o spin reikiano,  em seu processo de cura, faz uso de um jogo de  
  • 74 cartas organizadas em 7 grupos de 10: espiritualidade1, sexualidade2,
  • sociabilidade3, família4, cidade5, província6, país7....o consulente tirará
  • uma carta de cada grupo e, ao final, fará uma pergunta, cuja resposta
  • constará de uma das 4 cartas restantes:  animal, humano, jurídico
  • ou quanta...referência: tarô da fitoenergética.


  • Do princípio ao fim e sob a coordenação do Poder Curador, isto que
  • atualmente chamamos de Judiciário. Na realidade SPIN é mais
  • importante curar do que julgar, daí a existência do Poder Curador no
  • lugar do Judiciário. No lugar do distrito policial existe o CEDEI,
  • sigla para Centro de Dedicação Indivíduo, compreenda-se este como
  • sendo as três individualidades animal, humana e jurídica, as quais
  • formam a sociedade, isso que chamamos cidade.
  • Mensários

  •  

  • Tudo o aquilo que for encontrado ou (des)construído ou criado ou olhado

  • ou sido no tempo, será catalogado como parte do mensário artístico do mês

  • de Marte ou Júpiter ou Saturno ou Urano ou Netuno.

  •  

  • Faça seu mensário, uma vez que não convêm que, ao morrermos, deixemos

  • apenas ossos no cemitério no lugar do conhecimento, de forma que, faz-se

  • pertinente a pergunta: em que pé estão os seus mensários? Se estão na

  • estaca zero, que tal partir agora do ponto zero e começar a construí-los:

  • agora ou, senão, quando da sua ida ao Spin Psicineasta, isso que aqui chamam

  • de médico ou psi...

  •  

  • No meu caso, quero deixar, em construção, os mensários de Marte, Júpiter,

  • Saturno, Urano e Netuno. É o que estou fazendo aqui. Não haverá nenhum

  • problema se o mensário ficar em branco, ou seja, se num determinado

  • período especificado por você mesmo(a) nada encontrares ou fizeres.

  • No entanto não-ser não é o que gostaríamos nem o que espera a cidade-estado.

  •  

  • A apresentação dos mensários no Dia da Reconstituição

  •  

  • Os mensários em andamento(dos vivos), bem como aqueles

  • encerrados(deixados pelos mortos) serão apresentados à

  • cidade-estado em 74 de Saturno, Dia da Reconstituição, que

  • ocorre em ano bissexto, que no calendário gregoriano corresponde

  • ao 29 de fevereiro, quando todas as coisas são (re)constituidas ou

  • (re)criadas olhadas sidas do princípio ao fim sob a coordenação do

  • Poder Curador, isto que aqui chamam de Poder Judiciário.

  •  

  • Na realidade spin é mais importante curar do que julgar, daí a existência

  • do Poder Curador no lugar do Judiciário: no lugar do distrito policial, cedei

  • ou centro de dedicação indivíduo, compreenda-se este como animal, humano

  • ou jurídico.

  •  

  •  

  •  

  • Feriados

  •  

  • No calendário spin os meses do ano são: Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

  •  

  • Cada mês tem 73 dias, sendo que, destes, 3 são feriados, um municipal,

  • outro em toda a extensão do rio com suas cidades às margens direita e

  • esquerda, isto que chamamos de província, e um terceiro feriado, este

  • nacional, em todos os rios com suas cidades-estados, uma espécie de feriado

  • na confederação das águas.

  •  

  • Em ano bissexto o mês de Saturno tem 74 dias, sendo 4 feriados.

  • Este 4º feriado é planetário quando tudo no mundo pára, de átomos a aviões

  • ou pássaros.

  •  

  • Em cada mês é construído um mensário, não sendo de todo uma obrigação mas,

  • ao menos uma Anamnese D, sob a amparo do Poder Curador, sim.

  •  

  • Na realidade SPIN existem os poderes verbalizador, executivo, legislativo e

  • curador, este em substituição o judiciário, uma vez que na realidade spin é

  • mais importe a pessoa ser curada do que punida. Estas e outras coisas,

  • parte da cosmogonia do spin, serão expostas no decorrer da construção

  • dos mensários e para isso o mesmo precisa de 5 compartimentos para o

  • depósito das palavras.

  •  

  • Organizados em formato de cruz, o espaço resultante da intersecção entre o

  • horizontal e o vertical será usado para guarda das coisas, se bem que não há

  • uma regra para a organização dos módulos, podendo cada um deles ter

  • espaço para os estados visionário, forma e conhecimento no momento da

  • criação. No entanto, as palavras ficarão nos 5 módulos e as coisas no buraco

  • negro, como disse, é o espaço resultante da organização dos 5 módulos no espaço.

  • As palavras e as coisas. Isso.

  •  

  •  

  • Nesta noite sonhei que os 5 módulos podem ser, e são, o tempo, os meses do ano

  • do calendário spin.

  •  

  •  

Ele voltou....quem voltou: não sei: talvez o Spin Psicineasta

↹⇄
Forma: resultado de busca por spineasta, em 26/04/2018

TRADUZINDO O TEMPO ATUAL PARA A GRAMÁTICA SPIN



DIA 26 DE ABRIL NO CALENDÁRIO GREGORIANO CORRESPONDEU, NO CALENDÁRIO SPIN, AO DIA  

56 DO MÊS DO MÊS DE URANO DO ANO 70.017 OU 70.017 X 5 MESES.


A idade do mundo e dos indivíduos...


Ele voltou....quem voltou: não sei: talvez o Spin Psicineasta

Visite a página do Spin Psicineasta

A maior virtude da cidade Morro Spin é o conserto

Eu quis dizer concerto...de concertar...que que isso....nem sei mais qual dos dois
significa reparar-se ou se movimentar para dizer que errou ou que: após a negação
da negação, vem para dizer: errei

Um verdadeiro trava línguas essa vocação que consiste numa mistura de
cinema com psicologia, a psicinema, uma percepção a partir do filme A Arte d
o Mundo que me Pertence, de Marcos Pimentel, o qual, no seu trabalho de construção,
atuou como  curador acompanhador reparador do individuo personagem.

Psiconeasta...psineasta....psici..cicicicicicici....mano como está sendo complicado
verbalizar essa profissão: pensando bem, o truque  para a memória: lembrar que se
trata de psi + cinema, no caso, cineasta ou: psi + cineasta....

...um psicineasta serve para acompanhar o personagem do principio ao fim,
de forma que, sendo assim, se faz desnecessário a existência da cidade-estado nos
moldes atuais: anti-igualitária castradora mortífera...

....um psicineasta seve para curar os individuos animais, humanos e jurídicos, que são
os sócios que compõem a sociedade, termo que pode ser reduzido para cidade-estado...

...resultado de busca com a palavra "psicineasta": a inteligência artificial me perguntou
se eu quis dizer cineasta e se nos apresentou  imagem do filme Vidas Secas, de Nelson
Pereira dos Santos,
discípulo de Rosselini, do qual falou dias atrás o Adriano Aprá, spin idoso, humano, no
IV Festival Fronteira, uma espécie de Semana da Amizade: transportar para o Spin
Memorial, a Necrópole do SPIN, onde estão guardados os nomes dos mortos queridos
que deixaram o conhecimento ao invés de ossos no cemitério: levar para lá os nomes
Nelson Pereira do Santos e Rosselini

Visite a página do Spin Memorial


A bem da verdade,  na infância, se nos apresentaram dois livros que li com prazer:
Vidas Secas e O Pequeno Principe: aquele, porque dizia respeito a minha realidade no
sertão e, este, pela magia...

Voltando a questão do psicineasta: confesso: um termo que confunde a língua, talvez
eu esteja precisando soltar-me, o que consigo através da escrita: preciso de cura
destravamento da língua, preciso voltar ao meu estado de espontaneidade na dicção

Por falar em cura, posso morrer a qualquer momento e, se isso acontecer, nada demais,
já tentaram me matar várias vezes: sei muito bem
o quanto é prazeroso inexistir: tão bom quanto existir...

Há dias estou com uma dor de cabeça, preciso urgente procurar um médico, no entanto
o sesto da escrita não me deixa: o prazer intenso de escrever qualquer coisa, nem que
seja como elucubração.



Mãos à obra:

Milênio: 70.
Ano: 17o deste século.
O ano 18 deste século começa em 26 de julho do calendário gregoriano, dia de festa
de mensário de nascimento de meu pai, quando celebramos seu mensário: na cidade-estado
do Morro Spin não conta a idade dos indivíduos em anos e sim em meses.

Um detalhe: isso que aqui se chama réveillon, lá é o Dia Fora do Tempo.

Resultado de busca para Dia Fora do Tempo (clique aqui).

Como se vê, o mundo é bem antigo: do dia em que começou o estado da percepção
até agora, já se vão mais de 70 mil anos..,...na verdade o mundo não é velho e sim,
sempre jovem: a sensação de velhice decorre da palavra ano: senão vejamos a idade
do mundo:

1: Segundo o calendário do decrépito defasado obsoleto revogado calendário gregoriano,
estamos no mês 10.085 da Era Cristã.

2: Segundo o calendário spin, estamos no mês 350.085 da Era Spin. Talvez seja necessário
encarar este desafio: esquecer essa palavra ano: revogá-la do dicionário lexômetro do spin,
uma vez que, de fato, ela não serve para nada, a não ser para nos causar a sensação de
envelhecimento o morte.

Como se vê, na contagem por mensários, quanto mais antigo mais novo..,....:

..,... eis a idade do universo: o resultado, em meses, da idade da
Grande Deiscência Estelar, isso que chamam de Big Bang, para cá: 13 bilhões e
700 mil anos x 5 = 68.5 bilhões ou, de forma abreviada, 68.5 meses:

Atente para o fato de que, do Big Bang = GDI para cá, não chegamos a 70 meses
ou anos ou milênios ou bilênios....estamos perto do fim do universo: daqui a
1.5 bilhão de anos, que podem ser bilhões ou milhões ou mil ou centenas ou unidades....

Repetindo:

Data de hoje: 26 de Abril no calendário gregoriano ou 56 de Urano no calendário spin.

A nossa história como ser consciente no planeta Terra não começou há 2.017 anos
da Era Cristã e sim há 70.017 anos o que, convertido para meses, temos 70.017 x 5 = 350.085:
estamos no mês 350.085 da Era Spin...veja o quanto somos novos..,..aliás, sempre jovens....
desde que contemos o tempo em meses, não os meses do calendário gregoriano mas do spin...

Veja o quanto faz pouco tempo quando ocorreu a Grande Deiscência Espiritual, ou seja,
quando nos percebemos como ser existente naquele momento em que, ainda símios,
percebemos o quão distante estava o nosso ponto de origem, bem como a nossa
consciência corporal vocal, exceto nossa visão quanto a gênero....

.........................................................


Há séculos não usava o word e sim o celular, mais exatamente o WhathsApp, como
caixa de edição, mas hoje deu vontade de usar esta plataforma, por falar nisso,
melhor usar o google.doc: uma forma de organizar-se, pois tudo o que ele cria de
manhã a noite tem fim.

Por isso está muito interessada numa vertente de cinema: a de arquivo...não sabe
ao certo do que se trata....talvez seja o aproveitamento de antigos vídeos, fotos e
imagens: no meu caso, um spin rato fez o favor de furtar todo o meu acervo, de forma
que minha tarefa hercúlea passou a ser a de restaurar o spin....volta e meia ele acha
alguma coisa: ou se depara com aquilo que parece uma cópia de um personagem que
se esfarelou.

Do que era mesmo fala.....qual mesmo o propósito desta escritura: o spin....são tantos
que às vezes fica tonto de tanto girar para compreendê-los....no momento está em
busca do entendimento sobre o spin cineasta....como já foi dito noutra ocasião,
não tem a menor pretensão de virar um Spielberg e sim de entender o que é cada
profissão do mundo: o que fazem, qual a postura física deles, como

Ah sim, ontem estava em frente o Centro Cultural UFG observando como são os spin
dançarinos: são muito soltos: uma que voava feito borboleta: era homem mas não tinha
limite no corpo: dei vontade de ser espontâneo àquele ponto, em público, uma vez que,
para atingir aquele estado de soltura tenho que escrever até esquecer de tudo...

Ali ficou em frente o Centro Cultural UFG aguardando a saída da turma que se
encontravam assistindo à aula do spin psiconeasta, mistura de psicólogo com cineasta,
Marcos Pimental.  Como à tarde foi trabalhar, não podendo frequentar a aula, resolveu
aprender com os alunos dele e, de lambuja, fazer a seguinte aferição: será que os
alunos aprenderam mesmo o que o professor lhes disse?
A primeira a sair foi a spin escritora Cássia Fernandes, nem a conheceu direito, pensou
ser outra pessoa, no entanto ela o reconheceu e o abraçou, e o spin ficou prá lá de
constrangido, pois não havia tomado banho nem escovado os dentes e, muito menos se
perfumado: muito pelo contrário....
Eu: oi, você estava na aula
Spin escritora: sim
Spin: você gostou da aula
????
Spin escritora: sim, adorei (risos)
Eu: então me repasse tudo o que o professor te disse
Spin escritora(se despedindo): meu filhinho está ali, tenho que ir
(que pena,....ela se foi...)
O spin ficou à espera do próximo aluno...
Ah sim, um belo rapaz, alto magro sensual de belo sorriso: sempre fico à espera para
que ele me transmita a lição
Eu: você gostou da aula de hoje?

Spin hippie: sim
Eu: ele falou de que mesmo
Spin hippie: o mesmo que de ontem...
Eu(pensando): esse aqui sabe das coisas mas consegue se expressar de forma plena...
Meu deu branco na cabeça....esqueci de tudo....vou é voltar prá portaria para esperar o
próximo aluno a sair
Eu: todos os alunos já saíram
????
Spin hippie: não... há uma turma lá ajudando a desmontar as coisas....
Eu(pensando): voltarei para a sala de aula para aguardar a saída do sesto
·         Eu quis dizer resto....se bem que existe a palavra sesto: no dicionário informal e
não no normal: sesto quer dizer mania compulsiva....
·         Hum,  que redundância....me lembro desta palavra como sendo lembranças do
passado presentes.
·          
De volta à portaria, lá se vem uma renca de gente saindo da sala de aula, inclusive o
professor....sabe de uma coisa, vou é ficar de longe: não pega  bem interrogar o professor
depois da aula: você ensinou o que mesmo
??????
A turma ficou no pátio e, como estavam todos na dele, chegou de butuca e ficou ali perto
para escutar aquela conversa de cineastas: sobre o que mesmo eles conversavam, o tom
de voz, o roteiro a ser feito....na verdade eles conversavam sobre vários assuntos, me deu
branco, não lembro....
Por sorte achou uma aluna sentando num sofá, como ela estava muito confortável, pensou:
acho que essa vai me repassar a aula que perdi....
Eu: como é o seu nome
Spin gentileza: Fernanda
Eu: você estava na aula de cinema
????
Spin gentileza: sim
Eu:  você é aluna de cinema
????
Spin gentileza: não. Na verdade eu faço jornalismo [não me lembro se ainda era aluna ou
estaria em formação, tanto faz]
Eu: que bom....o professor falou o que em sala de aula
Spin gentileza [me lembrei do Profeta Gentileza, quando ele morava em Goiânia, eramos
vizinhos, de manhã cedo ele descia para a Praça do Bandeirante com um feixe de palhas e
plantas verdes e rogando pragas nas mulheres de vestido curto....depois de muito tempo
assisti a uma spin cantora cantando uma música para ele...depois falo sobre isso]: ele falou
sobre cinema de observação...
Eu: seja especifica....que tipo...que categorias são as de cinema de observação...me passe
a bibliografia: e os nomes dos filmes que ele usou em sala de aula
Spin gentil: ele disse que há várias formas de fazer um documentário de observação:
1.       Entrevistando
2.       (....)  esqueci
3.       Oscultando de longe, sem se meter muito na vida do personagem...
Eu: desta parte eu gostei....se bem que meu interesse mesmo é pelo cinema de arquivo,,,
....é que furtaram todo o meu acervo: eram mais de 200 cartões de mensários....
....quer dizer, memória, cartões de memória....aliás, se me furtaram os arquivos, nem sei
mesmo para que quero saber sobre cinema de arquivo se não os tenho mais: talvez
como forma de espiar minha culpa: eu deveria ter providenciado para mim um porão
que fosse inacessível a estes intrusos que adoram se apropriar do que é alheio: furtaram
meus cartões para que fossem apagados e, em seguidas, vendidos: transformados em dinheiro....

Spin gentil [falou uns nomes em línguas estrangeiras]
Eu: acho melhor você anotar num papel e me repassar....minha memória é curta..
......se você anotar, quando eu chegar em casa faço uma busca na rede....
Spin gentil (anotou tudo para mim)
Há uns nomes ilegíveis...a letra dela é um pouco letra de spin médico....
Melhor fotografar, pois quem já é da área[do cinema ou psi] vai conseguir traduzir:
Ao chegar em casa, como estou sem óculos e tenho alto grau de miopia, peguei
uma lupa e vi que ela usou aspas em todos os títulos da cinebibliografia
“Greys Gardens”
“Titcut Follies” – Wiseman
“Justiça” – Maria Augusta Ramos
“Juizo” -  (em branco)
“Entreatos” – João Moreira Salles
........
Que que isso, que nada....preciso consertar-me no que diz respeito a grafia dela:
ótima....ela passa na letra toda a gentileza que expressou na conversa....agora sei
porque os médicos escrevem de forma incompreensível:
(um momento....o telefone...)
Era o spin condenado.....um foragido da Justiça....
Onde que eu estava mesmo....o telefone me fez perder o fio da meada....a não
ser que eu tivesse incluído o áudio da conversa nessa história....mas nem gravador
de áudio eu tenho baixado.....vou baixar um que permita alterar a voz original....
Era o spin condenado.....um foragido da Justiça....
Era o spin condenado.....um foragido da Justiça....
Era o spin condenado.....um foragido da Justiça....
Era o spin condenado.....um foragido da Justiça....
Que que isso...amei o aplicativo....ele muda o áudio....e como detesto minha voz,
vou coloca-la no modo robô....
Quero compartilhar com você as delicias das últimas das últimas das últimas
tecnologias.....me lembrei do spin cantor Ney Matogrosso interpretando Um Indio,
letra do spin cantor compositor performer tropicalista Caetano Veloso....
Onde que eu estava medo
*mesmo
Na parte que cabe aos spin médicos, o motivo pelo qual eles não escrevem
como Fernanda, spin gentil, humana: são desumanos....um já me mutilou me
torturou e se deliciava com meus gritos...sei quem é essa raça.....eu deveria
era ter recorrido à Justiça: mas não fiz porque sei o quanto é complicado curar
processar um médico: eles se acham deuses: que nem essa magistratura fascista
que ai está se deliciando com Lula Ubuntu preso: nem se curar, nem receber seu
médico ele pode: está lá numa solitária onde constroem sua devastação psíquica:
sem direito a fazer exercícios físicos....nem o Nobel da Paz ele Ubuntu pode receber...
.....mas saibam que a roda da vida roda: o dia de vocês vai chegar, viu tropa de juízes fdp...
Aliás, na cidade de Morro Spin nem existe o Poder Judiciário e sim o Poder Curador,  
o qual acompanha os indivíduos (animais, humanos e jurídicos), da idade intrauterina à morte...
..acompanha-os no sentido de ouvi-los curá-los olhá-los se-los: assim como Marco Pimental
spin psicocineasta humano* faz com seus personagens sua gente seus encontros....
Para designar que, além da individualidade humana,  a sociedade, isso que chamam de
cidade-estado, é composta por outras duas forças: os animais e as pessoas jurídicas...
Melhor encerrar por aqui....cansei...fui....
Depois continuo com o seguintes temas:

Spin que apareceram no sonhos desta noite: spin motoqueiro.....spin ñ sei o que: o editor
que erra mas que, no fim, vê que estava certo....

Lembrete: o exercício sugerido pela spin escritora.,...ela tem o pavio bem curto.....
O curso dela se chama escrevendo sobre as emoções...e se não me engano, ela pediu
para que escrevêssemos sobre a solidão....e ela dá aula pelo Skype, às 5a. feiras, tem
dia que gosto e tem dia que acho chatérrimo: mas vou indo aos trancos e brrancos...

...estou fazendo o curso não para mudar meu jeito de escrever e sim para saber o que é
um spin escritor:

Então escrevi, não com a intenção de ser um spin escritor e sim de entender o ofício do
spin escritor, se há regras, como se comportam, se são alegres ou tristes.....

Os indivíduos se alternam em 3 tipos de companhia
1-      Companhia consigo mesmo, o que chamamos de solidão
2-      Companhia com outro, que chamamos de sexo
3-      Companhia com outros, que chamamos de sociabilidade


Sobre a sociabilidade:
1-      Andar de moto com um amigo
2-      Ir a uma festa de aniversário
3-      Sair pela cidade conversando com as pessoas
4-      Ir a um comício,  onde se possa encontrar com amigos ou companheiros
de baralha
5-      Ir a um velório
6-      Ir a um forró
7-      Ir a um almoço com familiares
8-      Receber em casa um amigo para o almoço


Epicuro criou um Jardim, o Jardim de Epicuro, para viver ali os códigos das relações
materiais sociais: o pensar-se, a liberdade e a amizade.
Eu criei uma cidade-estado para viver minha demanda: a espiritualidade, que deve ser
vivida no espaço da solidão, a sexualidade noutro espaço traçado para isso e a sociabilidade,
que pode ser a sala de estar: é assim na cidade spin, onde as pessoas tem espaços para que:

1-      possam ficar a sós consigo mesmas na perspectiva do infinito
2-      possam ficar  com outro na perspectiva do afeto sexual
3-      possam ficar com outros na perspectiva da sociabilidade

Alto lá, o  assunto foi especificado: o estar a sós consigo mesmo na perspectiva do infinito,
esse refletir-se, pensar-se de Epicuro que, na cidade spin, trata-se de um direito expresso
na arquitetura das residências, que tem seus espaço específicos, sendo o da espiritualidade,
o da solidão, assunto deste texto, um espaço inviolável, que pode ser um quarto ou um armário
com chaves para não ser violado por intrusos.

Violar o espaço da solidão é dar, ao espaço só,  outro sentido, é reconfigurá-lo, é não respeitá-lo
enquanto espaço íntimo, e quando isso ocorre, quem desobedece esta regra, termina por sofrer  
as consequências da sua cegueira.

Não sei aonde eu estava para  abrir o espaço 1 para aquela figura: centenas de cartões de
memória foram roubados e agora José, o que pode fazer senão espiar sua culpa: ou
aprender, de forma definitiva, que os códigos da tua existência não podem ser
esquecidos como esquecestes naquele momento de encantamento: a sexualidade te
cegou, teria sido aquilo a repetição da fábula da Queda do Paraíso em que deixar-se ser
hipnotizado pela serpente...kkkk

E agora, José......qual a saída: talvez escrever até que brote o sorriso, a gargalhada
como escárnio diante do ocorrido: talvez a escrita tenha este sentido terapêutico: o
de fazer brotar o sorriso diante de um quadro sem solução: a perda do acervo roubado,
o essencial que não vistes quando a Serpente se encontrava no teu espaço sagrado,
ou seja, no teu espaço que deveria ser só: só teu....

Autor: José Carlos Lima

P.S....ao acessar a página do spin numérico, dia 56, me deparei com isso...
se não me engano, é da década de 80 ou 90,,,acho que na década de 80 ainda
não existia email...eu escrevia usando estes emails, os quais foram todos excluidos
pelo Yahoo e perdi tudo, eles deletaram tudo,,,...a velha história da criação e
destruição...perdi tudo o que eu havia escrito via email cuja assinatura trazia isso:

Grato,
José Carlos Lima
..........................................................................................
O que é isto?
VFC nos meses de Marte (...), Júpiter (...), Saturno (...),
Urano (...) e Netuno (...).

Nesta VFC, cada mês tem 73 dias.
Em ano bissexto o mês de marte tem 74 dias. Destes, 70 são dias úteis e, os demais, feriados.

Um feriado ocorre  no âmbito da cidade-estado; o outro no conjunto de cidades-estado
de uma determinada região=bacia, como por exemplo a Bacia do Rio Meia Ponte=Goiás;  
o outro feriado ocorre na Federação de Bacias com suas cidades-estados=Brasil.
Um quarto feriado acontece, ao mesmo tempo,  em todos as federações de
bacias=planeta=universo em 74 de marte de ano bissexto. Ao final de cada mês,
o Poder Curador, através dos spin filósofos clínicos identificam nas VFC dos
partilhantes a presença de deiscências, isto que transporta=encanta e que,
aqui, chamam de arte.
Significado de siglas e sinais de pontuação comumente usados:
INRI: Instruções da Nova Realidade de Idéia
SPIN: Sistema Parabólico de Informações Nativas
CEDEI: Centro de Dedicação aos Indivíduos
VFC: Visão Forma Conhecimento

VC:  VOLTE CORRENDO OU VÁ CORRENDO OU VOCÊ

Sinais de pontuação: =(igualdade) e #(diferença) Deus=Tupã#Alá#Jesus#Horus#
Omulu=Deus=Ossanha#Jesus#Horus=Deus
Esta VFC está sendo transmitida a vc e outros 300 destinatários ocultos, ou seja,
às pessoas jurídicas que representam:   Miriam Leitão (TV G), Bento XVI (Igreja
Católica), Severino Cavalcanti(Câmara), José Sarney (Senado) e outros(as).  
Para cessar de acompanhar este mensário ou para acompanhá-lo através
de outro e-meio, manifeste-se

O que segue abaixo, encontrei agora mesmo, estava salvo como
rascunho na página do dia 56 e havia sido
salva como rascunho em 26/3/2013, faz tempo prá caramba
!!!!!!!!!

Que que isso, bagunçou o texto....
Eu quis dizer que o texto abaixo é de 23/3/2013

O texto que aqui se encontrava, sobre o poder sob o SPIN,
foi transferido para a página do Spin Espelho

Da realidade atual

Dados para análise de conjuntura
A cidade spin vs cidade atual


Alguns dados para aprofundamento e reflexão,  resolvi
incluir cinco pontos:

1- O papel dos meios de comunicação enquanto Poder
Verbalizador, que verbaliza a realidade para as massas.

Alguns links sobre o Poder Verbalizador,  parte da governança,
mas que não se reconhece como tal....

Estrutura e superestrutura nos dias atuais




Porque não reagimos?





2-  Sobre políticas regressistas, como são implantadas
depois do golpe: a população, diante da velocidade do
desmonte, sente-se com que sob anestesia, com o Poder
Verbalizador atuando firme para que o quadro de caos se
mantenha....


O que vem depois do sucesso dos estrategistas do golpe:
Naomi Klein explica

Resultado de busca para doutrina do choque naomi klein



3-  "Justiça" Eleitoral...hummmm.....


Qual a função do TSE
??????

Na maioria dos paises, para que a vontade do povo não
seja frauda pela Máfia dos Bacharéis,  não existe Justiça
Eleitoral, aqui temos esta excrescência... em 1947, 3 dos
5 ministros do TSE cassaram, mesmo sob protesto da
burguesia nacional e dos meios de comunicação ainda
não totalmente alinhados ao golpismo como hoje: o
sonho de consumo deste grupelho de "iluminados"
é extinguir o PT, se conseguirão,  não sabemos, mas não
duvido de mais nada....

4-  Soberania do moradores das cidades

que o povo exerça, nas cidades, a sua soberania
sobre as Instituições e empresas, uma vez que no
momento ocorre exatamente o contrário: um povo
submisso a um sistema que ele povo financia.

Precisamos construir o novo....o velho já morreu mas
insiste em se manter tocando a maldade....

Sobre mau uso das Instituições por agentes públicos como
Sérgio Moro e cia...



5- Reconstituir  o projeto da cidade spin: o Poder
Verbalizador como nova Instituição da governança....
....o Poder Curador no lugar do Judiciário.....etc etc...





Spin in progress


Dos 4 últimos dias do calendário spin: dias de descanso, de ficar off….












Relato de sonho: Meu amigo pedro...